Medicamentos manipulados, uma questão de qualidade

A atividade magistral apresentou nos últimos 20 anos um crescimento importante no cenário da saúde do País. O surgimento de tecnologias, de insumos farmacêuticos e a disseminação global de informações sobre fórmulas e procedimentos propiciaram qualidade e cientificidade aos produtos magistrais.

Para que se identifique uma farmácia magistral de qualidade, os estabelecimentos associados à Anfarmag - Associação Nacional de Farmácias Magistrais - Regional Paraná atentam o consumidor para os seguintes pontos:

Conheça o farmacêutico - Seguir a prescrição médica é sempre mais fácil se você solicita ajuda de um farmacêutico. Ele é o profissional capacitado para dar informações sobre os medicamentos, o modo de usar, as reações adversas, as interações medicamentosas e alimentares. Nas farmácias de manipulação, o farmacêutico está sempre disponível para solucionar as suas dúvidas e orientá-lo em relação ao seu tratamento.

Saiba a diferença - Farmácia é o estabelecimento de manipulação de fórmulas magistrais e oficinais e deve dispor de laboratório. Nela podem ser comercializadas drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos, produtos de higiene pessoal, cosméticos. Drogaria é o estabelecimento de comercialização de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, em suas embalagens originais.

Medicamentos manipulados - A farmácia com manipulação é o único estabelecimento autorizado por lei para o preparo e a venda do medicamento manipulado. Nunca adquira medicamentos manipulados em drogarias, clínicas, spas ou academias.

Assistência Farmacêutica - A farmácia deve oferecer assistência farmacêutica. Verifique se o farmacêutico está presente. Exija bom atendimento. Observe a higiene do estabelecimento. A farmácia deve ter em local visível o alvará de funcionamento da Vigilância Sanitária.

Dicas "A farmácia deve possuir alvará de funcionamento da vigilância sanitária."

"Tente saber se a farmácia escolhida conta com profissionais qualificados e se as instalações e os equipamentos são apropriados para a manipulação dos medicamentos."

"O consumidor deve verificar se no rótulo do medicamento manipulado consta: o nome e do médico prescritor, número de registro da receita na farmácia, data de manipulação e validade, fórmula completa e a identificação da farmácia e do farmacêutico."