Fitoterapia

O tratamento que utiliza apenas as plantas medicinais é a Fitoterapia (Phytos = planta, Therapeia = tratamento), que trabalha exclusivamente com a manipulação de plantas medicinais em diferentes formas:

Chás medicinais:

Feitos a partir de determinadas partes das plantas: raiz,folha,caule,flores. Em cada planta o princípio ativo ( medicamento) é encontrado em uma parte específica em maior quantidade. Por exemplo: Camomila são nas flores, o guaco nas folhas o gengibre na raiz.

Cápsulas, que podem ser elaboradas de duas formas:

A partir das plantas medicinais moídas e pulverizadas as quais serão criteriosamente pesadas.

A partir de extratos secos, são preparações obtidas de vegetais frescos ou secos, por meio de solvente específico. O processo elimina totalmente a fase líquida.

A vantagem é que os extratos secos, possuem teores de princípios ativos definidos e maiores que os da droga vegetal que o originou.

Cremes, pomadas, géis, xampu:

Preparados contendo extratos glicólicos, extratos oleosos e tinturas vegetais.

Curiosidades

Existem medicamentos preparados a partir de plantas medicinais com ação: plantas antirreumáticas (Harpagophytum procumbens, cujo nome popular é Garra do diabo), plantas antissépticas para tratamentos urinários (Uncaria tomentosa – Unha-de-gato), plantas digestivas (Matricaria recutita - Camomila), plantas calmantes (Valeriana officinalis – Valeriana, Melissa officinalis – Melissa), plantas auxiliares no tratamento da diabetes (Bauhinia forficata – Pata de vaca), entre muitas outras.